CNCCR 
Início | Objectivo | História do Dia da Árvore | Árvores Centenárias | Plantar uma Árvore | Programa Oficial | Bosques

Bosques do Centenário

Notícias

<< voltar

23.11.2010 | Correio de Minho
No âmbito do movimento Plantar Portugal, a Póvoa de Lanhoso procede à reflorestação de duas áreas ardidas…

Neste Ano Internacional da Biodiversidade, a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, mostra-se desperta para a sustentabilidade e propõe até domingo uma semana de actividades para sensibilizar a população para a preservação da sua biodiversidade e dar a conhecer a realidade local ao nível, sobretudo, das boas práticas ambientais.
Hoje, aliando as comemorações do Dia da Floresta Autóctone e do Centenário da República (através do Movimento Plantar Portugal) à V Semana Bio, a Câmara Municipal promove a semana Póvoa de Lanhoso e a Biodiversidade.

No âmbito do movimento Plantar Portugal, a Póvoa de Lanhoso procede à reflorestação de duas áreas ardidas (no Monte de São Mamede, em Frades, e em Vilarinho de Cima, em Sobradelo da Goma) com uma centena de árvores e à realização de sementeiras de espécies autóctones com o objectivo de constituir um Banco de Árvores para futuras reflorestações.

Refira-se, ainda, a plantação de 40 árvores em colaboração com os alunos da EB 2,3 Professor Gonçalo Sampaio, número ligado ao 40.º aniversário daquele estabelecimento de ensino.

Estas são actividades comemorativas do Dia da Floresta Autóctone, contam com a parceria da GNR e Bombeiros Voluntários locais bem como com a colaboração das equipas Eco-Escolas, Clubes da Floresta e Escuteiros.

No âmbito da V Semana Bio, realiza-se o “Chá Bio é para todos”, depois de amanhã, na Praça Eng. Armando Rodrigues, em que há oferta de infusões de diferentes sabores à população, chás preparados com plantas aromáticas e medicinais biológicas produzidas no Centro de Interpretação do Carvalho de Calvos ao mesmo tempo que estudantes finalistas farão uma venda de bolos caseiros.

“Vamos fazer Hortas Bio” (decorre até dia 26, em Calvos), permite aos participantes ter uma experiência prática nas hortas biológicas, já que podem sachar, semear, distribuir composto e aprender sobre o cultivo em Agricultura Biológica (pela altura, será lançado o Regulamento das Hortas Comunitárias).

São destinatários a população, em geral, e população escolar, em particular e colaboram com a autarquia nesta proposta entidades como a GNR e os Bombeiros Voluntários da Póvoa de Lanhoso e os diversos estabelecimentos de ensino, assim como os Escuteiros.