CNCCR 
Início | Objectivo | História do Dia da Árvore | Árvores Centenárias | Plantar uma Árvore | Programa Oficial | Bosques

Bosques do Centenário

Notícias

<< voltar

Beja e Castro Verde plantam hoje 100 árvores

A Câmara de Beja e a Câmara de Castro Verde aderiram ao Dia da Floresta Autóctone que se assinala hoje.

Trata-se de uma iniciativa da Associação Nacional de Municípios Portugueses que tem como propósito plantar 100 árvores autóctones na área dos concelhos, como comemoração da implantação da República.

Em Beja as árvores vão ser plantadas no Parque da Cidade, no Jardim Público e no Perímetro Florestal de Salvada e Cabeça Gorda com o apoio das juntas de freguesia que se responsabilizaram pela divulgação e sensibilização da iniciativa junto das escolas e centros de convívio. De entre as espécies contam-se sobreiros, medronheiros, pinheiros mansos e alfarrobeiras.

O projecto denominado “Bosques do Centenário” tem como propósito reflorestar espaços com árvores autóctones.

José Velez, vereador da Câmara da Câmara de Beja, não afasta a possibilidade da autarquia vir a dar continuidade a este projecto.

António João Colaço, vereador da Câmara de Castro Verde, diz que é necessário “reter o dióxido de carbono (CO2)” e que as plantas autóctones são “as mais indicadas” para esse efeito uma vez que “retêm o CO2 durante mais tempo e são menos susceptíveis a fogos”.

Em Castro Verde, o “Bosque do Centenário” vai ficar junto ao estádio municipal.

No Baixo Alentejo são hoje plantadas 200 árvores.